"Espia só": Vereador usa CPF de pedreiro e recebe nada mais,nada menos,do que R$ 90 mil reais aqui no cariri paraibano




O vereador, Beto da Internet (PPS), um dos mais ferrenhos acusadores do atual prefeito, Jurandi Pileque (PMDB) e que preside uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga a atual gestão, foi denunciado por ter usado o CPF do pedreiro, Cleodon Lima da Silva, sem seu conhecimento e recebido algo em torno de R$ 90 mil da Câmara Municipal entre 2013 e 2014.



O pedreiro é natural de Taperoá, mas reside atualmente na cidade do Rio de Janeiro e só percebeu a fraude quando precisou contrair um empréstimo bancário e foi informado de que havia pendências do seu documento junto a Receita Federal pelo não pagamento de impostos entre 2013 e 2014.

Cleodon foi verificar os motivos e ficou estupefato ao descobrir que tinha prestado serviços à Câmara de Vereadores taperoaense com salários que variava entre R$ 3.500 e R$ 4 mil.

Mas na verdade, o dinheiro teria sido recebido por Beto da Internet, segundo denuncia encaminhada ao Ministério Público (MP).


Em depoimento à Polícia Civil, Cleodon garante que nunca prestou qualquer tipo de serviço ao poder legislativo tampouco ao vereador, que recebeu o dinheiro sem o seu conhecimento.


Na época da fraude, o parlamento Municipal era presidido por Margarete Carvalho (DEM) e, até o momento, nem ela tampouco Beto da Internet, que teria sido o autor do golpe e recebera os cerca de R$ 90 mil indevidamente usando  o CPF do pedreiro, que não sabia de nada, se manifestaram sobre as graves denuncias.

Se comprovada a fraude, tanto o vereador quanto a ex-presidente, correm o risco de perderem seus respectivos mandatos.













Com Heleno Lima
"Espia só": Vereador usa CPF de pedreiro e recebe nada mais,nada menos,do que R$ 90 mil reais aqui no cariri paraibano "Espia só": Vereador usa CPF de pedreiro e recebe nada mais,nada menos,do que R$ 90 mil reais aqui no cariri paraibano Reviewed by Guedes Erivaldo on 00:46 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.