Zagueiro que defendeu a seleção brasileira é preso pela á 2ª vez por não pagar pensão alimentícia

O zagueiro Fábio Bilica foi detido nesta segunda-feira (24), na cidade de Cabedelo (PB), região metropolitana de João Pessoa. A acusação, segundo a Polícia Civil da Paraíba, é de atraso de pensão alimentícia no valor de R$ 17 mil. O mandato de prisão foi expedido pela 7ª Vara da Família de João Pessoa.
Bilica foi levado à Central de Flagrantes da Polícia Civil, onde permanecia detido na noite desta segunda-feira. Segundo informações, o defensor já está em contato com um advogado, “com toda a cobertura”.
A prisão é a segunda de Fábio Bilica na Paraíba em menos de um ano. Em dezembro de 2015, o defensor foi detido também sob a acusação de atraso de pensão alimentícia – na época, no valor de R$ 16 mil.
Bilica tem um histórico de envolvimento com a polícia. Em 2009, ele foi preso em Recife (PE) também por problemas com o não pagamento de pensão alimentícia. Já em 2013, a acusação foi outra: estupro. Ele teria abusado de uma vizinha, também no aeroporto de Recife.
Natural de Campina Grande, Bilica tem 37 anos e está sem clube desde 2015, quando deixou o futebol turco. Ao longo da carreira, passou por clubes como Vitória, Goiás e Grêmio, além de equipes de Itália, Alemanha, França, Turquia e Romênia. Em 2000, defendeu a seleção brasileira nos Jogos Olímpicos, em Sydney (Austrália).

Com MaisPB
Zagueiro que defendeu a seleção brasileira é preso pela á 2ª vez por não pagar pensão alimentícia Zagueiro que defendeu a seleção brasileira é preso pela á 2ª vez por não pagar pensão alimentícia Reviewed by ´Blog do Erivaldo Guedes on 02:05 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.